Falar de Viagens

Guimarães, aqui nasceu Portugal

Guimarães foi mais uma das paragens da viagem durante a Semana Santa. Sim, sou de Braga! E SIM, gosto de Guimarães! 😀 Há amores que parecem impossíveis e este é um deles.

Conhecida como “cidade berço”, “o berço da nação portuguesa”, ou pelo lema “aqui nasceu Portugal”, Guimarães é uma cidade pequenita mas com muito peso na história deste país à beira-mar plantado.

A cidade foi fundada há mais de um milénio por um homem chamado Vimara Peres, nascido na Galiza e que vinha a mando de Afonso III das Astúrias para conquistar a Galécia aos mouros. O mundo dá tantas voltas que, depois de conseguir conquistar o território, Vimara Peres acabou por ficar deste lado da fronteira e, durante o século IX, fundou um pequeno burgo perto de Braga chamado Vimaranis. Tornou-se no primeiro conde do Condado Portucalense e desde Vimaranis governou o condado até à chegada do conde D. Henrique.

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

Estátua de Vimara Peres em frente à Sé do Porto(autor: Enrique Fernandez Marcote)

Quando o conde D. Henrique casou com D. Teresa de Leão, o Condado Portucalense foi-lhe dado como dote e o casal decidiu vir morar para aqui, ocupando o castelo que em tempos havia sido construído por uma nobre local.

O lema que podemos ler na muralha “Aqui nasceu Portugal” faz referência ao facto de a Batalha de São Mamede (24 de Junho de 1128), que destronou D. Teresa e ergueu D. Afonso Henriques como 1º rei de Portugal, ter tido lugar nesta cidade, e não ao facto de, como muita gente pensa, D. Afonso Henriques ter nascido aqui. Até porque ninguém sabe muito bem onde ele nasceu. Guimarães, Coimbra e Viseu são algumas hipóteses.

O centro histórico de Guimarães, com as suas ruelas serpenteantes e edifícios medievais foi eleito em 2001 Património Cultural da Humanidade pela UNESCO.

 

10 locais a não perder

Guimarães pode parecer uma cidade pequena, mas existem tantas coisas que ver por aqui, e foi um local tão importante para a história do país, que é difícil escolher apenas os 10 monumentos mais importantes.

1 – Castelo de Guimarães

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

Foi mandado construir no século X pela Condessa Mumadona para defender a população dos ataques muçulmanos. Quando D. Teresa de Leão e o seu marido o Conde D. Henrique se mudaram para o norte do Condado Portucalense, escolheram o castelo para ser a sua morada oficial. Rezam as lendas que aqui nasceu D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal…

2 – Paço dos Duques de Bragança

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

Construído no século XV por D. Afonso 1º Duque de Bragança e reflectia os seus gostos e as suas viagens pela Europa. Esteve ao abandono durante muitos anos e foi recuperado no período do Estado Novo. Dizem que as restaurações não foram muito fiéis, portanto nunca saberemos se este era o aspecto original do palácio.

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

Em frente ao Paço dos Duques podemos apreciar a estátua de D. Afonso Henriques, símbolo de Guimarães, obra de Soares dos Reis (estátua) e José António Gaspar (pedestal). A ideia da sua construção partiu de um grupo de portugueses emigrados no Rio de Janeiro. Foi inaugurada em Setembro de 1887.

3 – Capela de São Miguel do Castelo
guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

(fonte: dct.uminho.pt)

Localizada a meio caminho entre o Castelo de Guimarães e o Paço dos Duques, é uma pequena capela de granito construída no século XIII onde, segundo a lenda, foi baptizado D. Afonso Henriques.

4 – Rua de Santa Maria

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

De origem medieval, é uma das ruas mais bonitas e pitorescas da cidade. É quase impossível não a encontramos já que, quando descemos do castelo para o centro histórico esta é a rua que nos aparece mesmo em frente!

5 – Igreja de Nossa Senhora da Oliveira
guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

(fonte: turismoenportugal.org)

Do edifício original já não sobra nada, este foi mandado construir já durante o século XIV por D. João I. Chegou a albergar a Colegiada de Santa Maria de Guimarães e é um local de culto muito importante para os Vimaranenses pois aqui se encontra a Nossa Senhora da Oliveira, padroeira da cidade.

6 – Praça da Oliveira e Padrão do Salado

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

A praça cheia de casas coloridas onde está inserida a Igreja de Nª Sra. Da Oliveira e o Padrão do Salgado. É popularmente conhecida como o centro da cidade e é por aqui que a maior parte da vida se desenrola… Está cheia de bares e barzinhos, restaurantes e outros comércios muito interessantes.

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

O Padrão do Salado é uma construção gótica erguida no século XIV por Afonso IV de Portugal para comemorar a vitória na Batalha do Salado em 1340.

7 – Praça de Santiago

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

Junto com a Praça da Oliveira é considerada o centro da vida nocturna da cidade. A praça é caracterizada pelas suas casinha pequenas, com balcões de madeira e traços medievais e pelos inúmeros bares que por ali se espalham.

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

O edifício dos Antigos Paços do Concelho é o que separa a Praça da Oliveira da de Santiago.

8 – Largo do Toural
guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

Toural antes das obras (fonte: booking.com)

Em tempo o Largo do Toural foi um bonito jardim, com inúmeros canteiros floridos, bancos e uma fonte. Hoje em dia é uma praça empedrada, sem sombra nem vestígios das flores que por ali cresceram um dia…

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

Toural depois das obras (fonte: publico.pt)

9 – Muralha

guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

A muralha que rodeava Guimarães foi praticamente toda demolida durante o reinado de D. João I para que a cidade se pudesse expandir. No entanto alguns bocados foram conservados, sendo um deles o que vemos no final do Largo do Toural e que tem a famosa frase “Aqui nasceu Portugal”.

10 – Santuário da Penha
guimaraes, o que ver em guimaraes, conhecer guimaraes, guimaraes o que ver, visitar guimaraes, top 10 guimaraes, monumentos guimaraes

(fonte: wikimedia commons / autor: LuisCosta)

Construído durante os anos 30, é dedicado à figura de Nossa Senhora da Penha. Mesmo para os visitantes que não são religiosos, vale a pena dar um saltinho até ao monte! Podemos aproveitar a viagem de teleférico para ver a cidade e, chegados ao Monte da Penha, desfrutar da paisagem e das inúmeras ofertas naturais que ele nos dá!

 

Recomendações

Com vontade de visitar Guimarães? Aqui ficam algumas recomendações sobre como chegar, onde comer, sair à noite e onde ficar hospedado.

Onde comer

Há muito anos que não almoço/janto em Guimarães. Das 2 últimas vezes que lá fui tinha em mente visitar um dos restaurantes que mais gosto, mas o plano acabou por sair furado. De qualquer forma, e como em todas as cidades, no centro histórico é possível encontrar vários restaurantes (que eu achei demasiado caros para a oferta que tinham!). Eu aconselho a que provem a Adega dos Caquinhos, uma “instituição” em Guimarães e que toda a gente conhece. A comida é típica do norte de Portugal e a decoração é a da tasca do Ti Manel lá da aldeia perdida no meio do campo. Não esperem ser recebidos com pompa e circunstância, isto é uma tasca! E é bem possível que ouçam os donos a gritarem um com o outro e a dizerem palavrões enquanto falam com a clientela!

Se tiverem o azar de a Adega estar fechada, perguntem a alguém que encontrarem na rua! Não se deixem levar pelos sítios turísticos e muito aprumadinhos 🙂

Sair à noite

Os locais mais concorridos são sem dúvida a Praça da Oliveira, a Praça de Santiago e a Rua de Santa Maria. Entre os bares que costumava frequentar quando saía em Guimarães estão o El Rock (o bar mais antigo do centro histórico, dedicado ao rock), o Tasquilhado, o Café-concerto Centro Cultural Vila Flor, a Projecto e o Centro de Artes e Espectáculos São Mamede (onde curti uma grande Passagem de Ano lá pelo ano 2009).

Alojamento

Nunca dormi em nenhum hotel de Guimarães, mas pelo que pude ver em várias pesquisas que realizei, os hotéis melhor pontuados da zona são:

Residencial das Trinas

São Mamede Hotel *

Hotel Mestre de Avis **

Hotel Fundador ***

Hotel Toural ****

Pousada Santa Marinha

Como chegar

Se não puderes ir de carro, tanto o autocarro como o comboio são boas opções!

Desde o Porto é possível apanhar o comboio urbano e por 3,10€ e em 1h12min chegas a Guimarães. Uma caminhada de 10/15min e estás em frente ao “Aqui nasceu Portugal”. Não aconselho a viajarem no intercidades porque poupam apenas 10min de viagem e o bilhete sai por quase 12€.

Também é possível vir de autocarro com a empresa Transdev e por 4,60€ (50min de viagem).

Desde Braga a opção mais confortável é viajar em autocarro, também com a Transdev e por 2,75€ chegamos a Guimarães em pouco mais de meia hora.

Infelizmente não existem comboios directos de Braga a Guimarães… É necessário apanhar o comboio até Nine e depois mudar. Não vale a pena, pelo tempo que perdem!

Para download:

Mapa de Guimarães

Guia da cidade 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.