Falar de Viagens

Caves do Vinho do Porto

Chamam-lhe “Vinho do Porto” mas, se virmos bem as coisas… O vinho é de muitos outros lados e não só do Porto! Recebe o nome da cidade invicta, é cultivado e preparado na zona do Douro vinhateiro (que se estende até à fronteira com Espanha!), é envelhecido e engarrafado nas caves de Vila Nova de Gaia e é vendido em todo o lado! Um símbolo perfeito deste belo país que é Portugal.

caves vinho do porto, caves gaia, vinho do porto, vinho do porto gaia, melhores caves vinho do porto, melhor cave vinho do porto, caves porto

Quando visitamos o Porto, um dos locais mais típicos e famosos para conhecer são as caves de vinho do Porto situadas no Cais de Gaia, a zona ribeirinha de Vila Nova de Gaia. O ambiente que se vive deste lado do rio, misturado com o cheiro das pipas de madeira cheias de vinho e os barcos rabelos a “pairar” no Douro, fazem parte de um dos postais mais conhecidos da cidade invicta.

Para que um vinho seja considerado “vinho do Porto”, é necessário que as uvas tenham sido cultivadas na sua totalidade dentro da Região Demarcada do Douro (pelo Marquês de Pombal em 1756) e que o vinho tenha envelhecido numa das 15 caves que existem em Gaia. Até 1965 este percurso entre o Douro Vinhateiro e as caves era feito com a ajuda dos barcos rabelos, que transportavam o vinho de um sítio para o outro, mas hoje em dia este é transportado em camiões cisterna, que fazem com que as qualidades do vinho não se alterem tanto.

A produção do vinho do Porto está, desde há muito tempo, ligada maioritariamente a famílias inglesas e por isso existem tantas caves com nomes anglófonos (Taylor’s, Offley, Croft, etc etc etc.).

Quando estiver pelo Porto, não se esqueça de visitar uma destas caves! Normalmente estão abertas a visitas durante todo o ano (excepto algumas excepções) e, ainda que cada cave tenha a sua história particular, as visitas são normalmente compostas por 2 partes: uma visita à cave em si, com explicações de um guia sobre como é feita a produção do vinho e as diferenças entre os tipos de vinho do Porto; e a prova de vinhos do Porto. Normalmente é-nos dado a provar um tawny e um branco (lágrima), se bem que existem caves e/ou tours específicos onde podemos provar 3 vinhos. Ou até mais!

2 caves de vinho do Porto aprovadas

Nos últimos anos tive a oportunidade de visitar 2 das 15 caves e, apesar de todas parecidas em arquitectura e materiais, as histórias são bem diferentes. E vale a pena visitar todas e cada uma delas! Aqui ficam 2 caves testadas e aprovadas:

Sandeman

Quem não conhece o famoso Don? Aquela figura misteriosa com sombrero espanhol e capa de estudante português, que muitas vezes se via no cimo dos edifícios antigos? Esse é o símbolo da Sandeman!

As caves da Sandeman estão super bem localizadas, mesmo em frente à Ribeira do Porto num edifício de granito de 1797. Antes de entrarmos na cave propriamente dita, temos um pequeno museu onde podemos conhecer um pouco mais da história do Don e de George Sandeman, o jovem escocês que decidiu comercializar vinhos do Porto e de Jerez e acabou por criar esta marca tão conhecida. Durante a visita às caves as guias estão vestidas com a capa portuguesa e o sombrero espanhol, um pormenor interessante e que me fez escolher esta cave para a minha última visita. No final do percurso existe uma capa de estudante universitário português e sombrero que podemos experimentar e tirar fotos tal e qual o nosso querido Don.

IMG_20160323_170209

Visitas existentes:

– Visita clássica (6€/pessoa): visita às caves com guia vestido a rigor e prova de 2 vinhos

– Visita 1790 (16€/pessoa): visita ao Museu Sandeman, caves Sandeman e prova alargada de vinhos do Porto em espaço reservado

– Visita “100 anos de Tawnies Velhos” (35€/pessoa): visita para descobrir a longa tradição da Sandeman no envelhecimento e blend dos vinhos. Prova de vinhos do Porto com 10, 20, 30 e 40 anos em espaço reservado que alberga a Colecção de Garrafas Antigas Sandeman.

– Visita Premium (9€/pessoa): visita às caves e prova de 3 vinhos de qualidade superior.

– Visita clássica e Quinta do Seixo (10€/pessoa): visita às caves e à Quinta do Seixo, onde são produzidas as uvas.

– Visita 2 Caves (10€/pessoa): visita clássica a 2 caves do grupo Sogrape, à escolha entre Sandeman, Ferreira e Offley’s

– Visita 3 caves (13€): visita clássica às 3 caves do grupo Sogrape – Sandeman, Ferreira e Offley’s.

Horário: Todos os dias | Março a Outubro: 10h00-12h30 e 14h00-18h00; Novembro a Fevereiro: 9h30-12h30 e 14h00-17h30

Morada: Largo Miguel Bombarda, 3

Offley

(fonte. sograpevinhos.com)

(fonte. sograpevinhos.com)

As caves Offley foram criadas em 1737 por William Offley, mas foi sob a direcção de Joseph James Forrester, personagem essencial na historia do vinho do Porto, que as caves ganharam o prestígio internacional que têm hoje em dia. O Barão Forrester, assim nomeado pelo Rei de Portugal, era conhecido pelos seus mapas detalhados da região do Douro.

Visitas:

– Visita Clássica (3,5€/pessoa): visita às caves da Offley enquanto nos contam a fascinante história do Barão Forrester, prova comentada de 2 vinhos do Porto;

– Visita Offley Reserva (4€/pessoa): visita às caves e prova comentada de 3 vinhos do Porto, incluindo um reserva.

– Visita Barão de Forrester (12€/pessoa): grupos pequenos e visita intimista com prova de uma selecção mais alargada de vinhos do Porto Offley

– Visita clássica e Quinta do Seixo (8€/pessoa): visita às caves e à Quinta do Seixo, onde são produzidas as uvas.

Horário: Todos os dias | Março a Outubro: 10h00-12h30 e 14h00-18h00; Novembro a Abril: sob marcação.

Morada: Rua do Choupelo, 54

E outras 13 opções

Caves Ferreira

(fonte: sograpevinhos.com)

(fonte: sograpevinhos.com)

Uma das marcas mais míticas, criada em 1751 por uma família de viticultores do Douro. Foi, depois, propriedade de Antónia Adelaide Ferreira – conhecida como A Ferreirinha- que durante o século XIX ajudou a erguer o nome do Douro, superando numerosas adversidades.

A cave tem vários tipos de visitas à escolha:

– Visita Clássica (6€/pessoa): inclui visita às caves, à “Sala dos Pertences de D. Antónia”, ao Museu Ferreira e a prova de 2 vinhos;

– Visita Dona Antónia (16€/pessoa): visita em pequenos grupos, inclui prova comentada de 5 vinhos no Bar Velho, uma sala de provas característica do século XIX.

– Visita Casa Ferreirinha (10€/pessoa): visita às caves e prova de 3 vinhos “Casa Ferreirinha” do Douro DOP;

– Visita Clássica e Quinta do Seixo (10€/pessoa): visita às caves e à Quinta do Seixo, onde são produzidas as uvas.

Horário: Todo o ano, todos os dias | 10H00 – 12H30 / 14H00 – 18H00

Morada: Av. Ramos Pinto, 70

Croft’s

Sala de visitas (fonte: winetourismportugal.com)

Sala de visitas (fonte: winetourismportugal.com)

Uma das mais antigas, remonta a 1588 e a origem das suas uvas, a Quinta da Roêda, é uma das melhores quintas do Douro! As visitas à cave custam 7€/pessoa e incluem a prova de 2 vinhos. É também possível programar provas cegas de vinhos, workshops sobre vinho do Porto e abertura de Vintages a fogo.

Morada: Rua Barão de Forrester, 412

Horário: 10h00-18h00; Julho e Agosto, 10h00-19h00.

Taylor’s

Sala de provas (fonte: visitportoandnorth.travel)

Sala de provas (fonte: visitportoandnorth.travel)

Um dos grandes atractivos desta cave encontra-se na parte de fora: um terraço com uma vista panorâmica para o Porto de cortar a respiração!

Criada em 1692, esta cave oferece diferentes serviços para os visitantes, que vão desde as visitas e provas de vinho comentadas até à prova especial de SCION, um Porto pré-filoxérico, com 155 anos de idade; passando pelas provas de vinhos com tábuas de queijos ou chocolates, vinho do Porto Kosher, provas de azeite e muitas outras actividades!

A visita guiada com prova de Chip Dry, Late Bottled Vintage e Tawny 10 anos custa 7€ por pessoa.

Na caves da Taylor’s podemos encontrar até 7 milhões de litros de vinho nas pipas e cubas, e é muito provável que nos cruzemos com trabalhadores das caves durante a nossa visita.

Horário: Segunda a Sexta-feira, 10h00-18h00; Sábado e Domingo, 10h00-17h00.

Morada: Rua do Choupelo, 250

Real Companhia Velha

(fonte: winetourismportugal.com)

(fonte: winetourismportugal.com)

Está situada fora da chamada “zona das caves”, mas justifica a visita. Foi fundada em 1756 por El Rei D. José I, e resultou do decreto pombalino que demarcou a Região Vinícula do Douro. A Real Companhia Velha, também conhecida como Royal Oporto Wine Company, possui as caves produtoras e exportadoras de vinho do Porto mais antigas de Portugal, celebrando o seu 260º aniversário em 2016.

A visita às caves da Real Companhia Velha custa 3€ e dá direito a provar 2 vinhos. Existem também a Visita Premium (7,5€/pessoa) com prova de 3 vinhos e a Visita VIP (15€/pessoa) com prova de 3 vinhos, sendo que um deles é um Tawny de 40 anos.

Horário: Junho a Setembro, todos os dias 10h00-19h00; Novembro a Março, Terça a Sexta-feira 10h00-16h00; Abril, Maio e Outubro, Segunda a Sábado 10h00-17h00.

Morada: Avenida D. João II, Vila Nova de Gaia

Ramos Pinto

(fonte: surarial.com)

(fonte: surarial.com)

Firma fundada por Adriano Ramos Pinto em 1909. A sua cave é bem mais pequena do que a das marcas mais conhecidas, podem armazenar apenas 200mil litros de vinho em pipas, portanto a sua visita centra-se mais nos antigos escritórios da empresa, perfeitos para os apreciadores dos azulejos e da Arte Nova.

A visita à cave custa 5€/pessoa pode ser feita durante todo o ano mediante marcação prévia.

Horário: Todos os dias | Maio a Outubro 10h00-18h00,; Abril, Segunda a Sexta-feira, excepto feriados, 10h00-18h00; Novembro a Março, Segunda a Sexta-feira, excepto feriados, 09h00 – 17h00.

Morada: Avenida Ramos Pinto, 400

Cálem

(fonte: sogevinus.com)

(fonte: sogevinus.com)

A Porto Cálem produz vinhos do Porto de qualidade superior desde 1859. Quando visitarmos a sua cave, para além da história da casa vamos poder conhecer também a história da Região Demarcada do Douro e da produção do vinho do Porto.

Horário: Maio a Outubro, 10h00 – 19h00; Novembro a Abril, 10h00 – 18h00.

Morada: Avenida Diogo Leite, 344, Vila Nova de Gaia

C.N. Kopke

(fonte: sogevinus.com)

(fonte: sogevinus.com)

A C.N. Kopke foi fundada em 1638 por Christiano Kopke e o filho Nicolau . Dizem que é a empresa de vinho do Porto mais antiga das que podemos encontrar nesta zona.

Horário: Todos os dias (excepto 25 Dezembro e 1 Janeiro) | Maio a Outubro, 10h00 – 19h00; Novembro a Abril, 10h00-18h00.

Morada: Avenida Diogo Leite, 310, Vila Nova de Gaia

Cockburn’s Port Wine Lodge

(fonte: surarial.com)

(fonte: surarial.com)

Consideradas por muitos as caves mais bonitas de Gaia, foram fundadas em 1815 por Robert Cockburn, um soldado escocês que combateu em Portugal durante a Guerra Peninsular. Actualmente pertence à família Symington. A avenida central da cave é famosa pelo seu pavimento de basalto branco e negro, calçada portuguesa, que exibe o símbolo da casa: o galo e a coroa.

Horário: Junho a Outubro, Segunda a Sábado, 10h30 – 19h00

Morada: Rua Serpa Pinto, 346

J.W. Burmester

(fonte: sogevinus.com)

(fonte: sogevinus.com)

Morada: Largo da Ponte Luiz I, Vila Nova de Gaia

Horário: Todos os dias | Abril a Outubro, 10h00-19h00; Novembro a Março: visita sob marcação e reserva prévia

Rozès

caves_gaia_001_525px

(fonte: rozes.com.pt)

Fundada por Ostende Rozès há mais de um século. Tendo sempre como base os princípios do seu fundador, a Rozès mantém-se uma Casa onde a tradição, a qualidade e a inovação são indissociáveis.

Horário: Todo o ano | vistas só com marcação prévia

Morada: Rua Cândido dos Reis, 526

Wiese & Krohn

(fonte: luniversdemilie.wordpress.com)

(fonte: luniversdemilie.wordpress.com)

Fundada em 1865 por dois jovens Noruegueses, Theodor Wiese e Dankert Krohn. No início era apenas uma pequena empresa de exportação de vinho do Porto para o mercado escandinavo. Com o tempo foi crecendo até se tornar na empresa de sucesso que é hoje.

Visita e provas gratuitas.

Horário: Todos os dias | Junho a Setembro 10h00-20h00; Outubro a Dezembro e Fevereiro a Maio, Segunda a Sexta 10h00-17h00; fins-de-semana e feriados de Dezembro e Janeiro apenas sob marcação

Morada: Rua Serpa Pinto, 149

W & J. Graham’s

(fonte: grahams-port.com)

(fonte: grahams-port.com)

Esta empresa existe desde 1890 e tem a sua cave aberta ao público há mais de 20 anos. Lá dentro podemos ver cerca de 3500 pipas de vinho do Porto, assim como uma fantástica garrafeira de vinho do Porto Vintage. As caves estão localizadas numa zona privilegiada, com vistas fantásticas para a cidade do Porto.

Existem 4 tipos de visitas: clássica (5€) com prova de 3 vinhos; Porto Premium (10€) prova de 3 vinhos premium e Premium Tawny (10€) com a prova de 3 vinhos premium tawny. Existem também visitas e provas de vinhos privadas que variam entre os 20€ e os 50€.

Horário: Todos os dias | Abril a Outubro, 09h30-18h00; Novembro a Março, 09h30-13h00 e 14h00-17h30; fim-de-semana e feriados por marcação

Morada: Rua Rei Ramiro, 514

Churchill’s

(fonte: churchills-port.com)

(fonte: churchills-port.com)

Desde 2012, as caves Churchill’s têm um visitors center, onde nos dão a conhecer de forma mais intimista, os vinhos do Douro DOP. O centro de visitante também nos dá a rara oportunidade de provar Portos Vintage, enquanto apreciamos as belas vistas para o rio Douro.

Aberto diariamente das 10h00 às 18h00, oferece também cursos de cozinha.

Já visitaram alguma cave de vinho do Porto? Qual? E o que acharam da experiência? Contem tudo nos comentários!

Com vontade de conhecer o Porto? Aqui ficam alguns links que vos podem ajudar:

Estes são links de afiliados. Ao fazerem as vossas reservas através deles não pagam nenhuma taxa extra e ajudam-me a manter o blog!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *